UA-116285209-1 Obesidade e problemas renais: entenda a relação

©  2019 por Clínica Uro Onco. Responsável técnico: Dr. Bruno Benigno CRM SP: 126265

  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • YouTube ícone social
  • Twitter ícone social
  • Facebook ícone social
  • Google+ ícone social
  • Agência Hoppa

Obesidade e problemas renais: entenda a relação

Não é novidade para ninguém que a obesidade pode colocar o indivíduo sob o risco de diversos tipos de doenças. Algumas delas são bem conhecidas como diabetes e hipertensão, mas muitas pessoas desconhecem que pode estar associado aos problemas renais. Em decorrência dos novos modos de vida, rotinas de trabalho e facilidades proporcionadas por novas tecnologias, a obesidade é crescente. A Organização Mundial de Saúde aponta como um dos maiores problemas de saúde pública no mundo. A projeção é que, em 2025, cerca de 2,3 bilhões de adultos estejam com sobrepeso e mais de 700 milhões, obesos. As crianças também serão afetadas caso o comportamento não seja alterado, as estimativas podem chegar a 75 milhões. Esse acúmulo de gordura pode causar irregularidades no principal órgão do sistema de purificação do organismo. Pois o aumento da massa corporal, também interfere na área que precisa ser irrigada, ou seja, o rins trabalham mais para filtrar o grande volume de sangue, o que pode acabar sobrecarregando esses órgãos, quadro chamado de glomerulopatia relacionada à obesidade. Outro fator a ser analisado é a má alimentação, com consumo desequilibrado de alimentos salgados, e o que faz com que ao longo do tempo, o indivíduo possa vir a desenvolver cálculos renais. Para se prevenir dessas doenças e manter a saúde do seus rins, é necessário ficar de olho na balança, ingerir a quantidade correta de água diariamente e praticar exercícios físicos regularmente.


10 visualizações