top of page

O QUE É PRECISO SABER SOBRE O CATETER DE DUPLO J



1- O QUE É?


O cateter duplo J é um fino tubo flexível de poliuretano, com um calibre aproximado de 3 mm e um comprimento que varia de 8 a 35 cm, muito utilizado pelos médicos urologistas para garantir o fluxo de urina entre o rim e a bexiga.

É mais frequentemente utilizado após o tratamento de pedras nos rins ou nos ureteres. Pode também ser utilizado em procedimentos de reconstrução complexa do sistema urinário, como o tratamento do câncer, por exemplo.

É chamado de duplo J devido ao formato circular de suas extremidades, o que impede seu deslocamento de forma inadequada dentro do sistema urinário.

O material é sintético, flexível e possui uma memória em suas extremidades. Estas características são importantes para facilitar a implantação de forma delicada e pouco traumática durante a cirurgia.


2- PARA QUE SERVE?

Serve para garantir o fluxo normal de urina do rim em direção a bexiga. Pode ser usado também após procedimentos complexos de reconstrução do ureter, como no tratamento de tumores malignos, de forma a evitar pequenos vazamentos de urina para dentro da cavidade abdominal.

Após cirurgias para o tratamento de cálculos renais, o cateter duplo J facilita a eliminação de minúsculos fragmentos que eventualmente poderiam ficar presos no trajeto após o procedimento.


3- QUANDO É PRECISO USAR?

Toda vez que há risco de interrupção do fluxo urinário adequado entre o rim e a bexiga o cateter duplo J pode ser utilizado. Sua aplicação mais frequente é após a retirada de uma pedra no rim ou no ureter.

Isto se justifica pelo fato de a manipulação cirúrgica do ureter poder provocar um edema (inchaço) que perdura por alguns dias após o procedimento. Isto pode levar a um risco aumentado de obstrução da drenagem de urina, mesmo que o cálculo já tenha sido removido.

Em situações especiais, como após o tratamento de alguns tipos de câncer no abdômen, o cateter de duplo J também pode ser utilizado.


4- DO QUE É FEITO?

A grande maioria dos cateteres de duplo J são feitos de um polímero à base de plástico e poliuretano cirúrgico.

Existem cateteres que se tornam mais flexíveis e menos desconfortáveis ao entrarem em contato com a temperatura corporal.

Outros materiais também podem ser utilizados, como liga de platina e outros componentes flexíveis à base de aço cirúrgico. Estes últimos são utilizados em situações muito especiais, por exemplo quando a um câncer que ainda não foi controlado (com a quimioterapia radioterapia ou mesmo cirurgia) invade o sistema de drenagem de urina.


5- CAUSA ALGUM SINTOMA?

Os sintomas mais comuns relacionados ao cateter duplo J são:

  • dor nas costas

  • sensação de urgência para urinar

  • dor ou desconforto na região baixa do abdômen

  • pequena quantidade de sangue na urina

  • ardência para urinar

Caso ocorra febre, mal-estar geral, calafrios ou perda do apetite, o cirurgião responsável pela colocação do duplo J deve ser comunicado imediatamente. Isso porque, existe o risco de infecção urinária relacionado a utilização do cateter.

Em situações como essas, uma avaliação física, exames de imagem e laboratoriais devem realizados imediatamente. A utilização de antibióticos endovenosos também podem ser indicados.


6- COMO É COLOCADO?

Basicamente, existem três maneiras de implantar um cateter duplo J,são elas:

NOTA: Em todas as técnicas apresentadas abaixo o paciente necessariamente é submetido a uma anestesia, que pode ser geral ou raqui (a depender de cada caso)


  • Endoscópica: Uma micro câmera é introduzida através da uretra para gerar imagens do interior da bexiga. Nesta modalidade o cirurgião identifica o orifício de drenagem do ureteres utilizando um monitor de vídeo e um equipamento de localização por raio X em tempo real. A partir daí, introduz um fio guia da bexiga até o rim, que servirá como trilho para o posicionamento adequado do cateter de duplo J.

  • Percutânea: Através da técnica percutânea, que nada mais é do que um trajeto criado da pele na região das costas até o sistema coletor de urina dentro do rim. Por essa técnica o fio guia é posicionado através do trajeto criado pelo cirurgião e o duplo J é posicionado com auxílio de equipamento de raio X em tempo real.

  • Cirúrgica: a terceira possibilidade é através de uma cirurgia abdominal, (aberta, por vídeo ou robótica). Nesta modalidade o cirurgião faz um pequeno corte no ureter para a passagem do fio guia, para posteriormente implantar o cateter de duplo J .Em seguida, o ureter é fechado com com finos fios de sutura absorvíveis.


7- QUANTO TEMPO FICA NO ORGANISMO?

Em geral, os cateteres de duplo J são projetados para permanecerem até três meses dentro do organismo. Existem cateteres projetados para a permanência prolongada de até 1 ano

Na maioria das vezes o cateter duplo J que é utilizado após o tratamento de cálculos renais fica por menos de 7 dias implantado.


8- POSSO TER RELAÇÃO USANDO O CATETER?

Sim, não há contraindicação para relações sexuais durante o uso do cateter duplo J Entretanto, algumas pessoas podem sentir um leve desconforto na região inferior do abdômen, que costuma não ser persistente e em geral não necessita medicações para seu alívio.


9- QUAIS OS CUIDADOS DEVO TOMAR?

Ingerir água, sucos outros líquidos claros em abundância, de forma a manter um fluxo urinário claro e com bom volume.

Em algumas situações pode ser necessário a utilização de antibióticos anti-inflamatórios e medicações analgésicas.

Não há risco de eliminação espontânea do cateter de duplo J durante as caminhadas, corridas ou mesmo atividades físicas mais intensas como ciclismo.


10 - COMO É RETIRADO?

A retirada do catéter duplo J é um procedimento simples e de pequeno porte. Em algumas situações o urologista instala um fino fio de nylon na extremidade do cateter que fica na bexiga. O fio é exteriorizado através da uretra e fixado com esparadrapo na região interna da coxa.

O paciente recebe alta hospitalar com a orientação de retornar ao consultório do urologista alguns dias após a cirurgia. No consultório, o urologista aplicará uma anestesia local em forma de gel (na uretra) para remover o cateter ao tracionar o fio de nylon.

Em situações especiais (como cirurgias complexas e pacientes que fazem uso do cateter por um tempo mais prolongado) pode ser necessário a retirada do catéter no centro cirúrgico.

Utilizando uma sedação leve, o urologista introduz uma micro câmera através da uretra, localiza o cateter duplo J dentro da bexiga e remove o mesmo utilizando uma pinça apropriada para prender o dispositivo.




11- DÓI PARA TIRAR?

Em procedimentos feitos com o paciente acordado e com anestesia local na forma de gel, o paciente costuma sentir apenas um leve desconforto durante a passagem do cateter pela uretra.

Para procedimentos feitos com sedação, o procedimento se torna completamente indolor e imperceptível ao paciente.

A decisão por retirar o cateter com o paciente acordado ou domingo depende de diversos fatores, assim como estrutura hospitalar disponível na localidade, porte da cirurgia, preferência do paciente ou do urologista.


12- O QUE FAZER PARA ALIVIAR OS SINTOMAS?

  • Ingerir água em grande quantidade

  • evitar atividades físicas extenuantes

  • fazer uso das medicações prescritas pelo seu médico no momento da alta

  • evitar segurar a vontade de urinar por muito tempo

Urologista - Sã0 Paulo - SP

CRM 126265



172.348 visualizações10 comentários

Posts recentes

Ver tudo

10 Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating

Sou médico Veterinário formado mais de 35 anos. Sou Fiscal Agropecuário. Estou acompanhando meu filho de 28 anos que já graças a Deus está kkk saindo dessa situação por causa de uma pedra no rim. Cálculo renal. Nós estamos com tanta tecnologia e eu acho que já deveria não utilizar mais esse Duplo J nós pacientes. Eu chamo de duplo judiação. Não tem esse paciente que sofra com tamanha judiação desse duplo J kkk. Dores lombar. Beber 3 litros de água pra diminuir o desconforto. As vezes urina sangue,pode até dar infecção urinária. Na verdade os médicos especialistas que na maioria são os Urologista, precisam buscar outra forma de fazer as vezes um procedimento menos invasivo, doloroso. Esse duplo J…

Like

Por 2x eu tive que colocar o Duplo J, na primeira vez coloquei só no rim esquerdo, pra colocar não senti nada pois fui anestesiado com a raquidiana, mas pra retirar eu li na matéria que é indolor ou sente um pequeno desconforto, mas eu vou dizer completamente o contrário não pra por medo mas porque eu tive essa experiência e DÓI, dói demais, dói a ponto de eu chorar igual uma criança pra retirar a anestesia local basicamente não serve de nada pois só fica gelado no entorno mas você sente uma dor terrível enquanto o médico puxa aquilo pra fora, nessa atual eu tive que por nos dois rins, pra urinar diferente da primeira vez que foi só…

Like
Dr. Bruno Benigno
Dr. Bruno Benigno
Jun 19, 2023
Replying to

Prezado potatohard,


Agradecemos por compartilhar sua experiência em nosso blog. Sentimos muito pelo desconforto que você enfrentou durante a colocação e a retirada do Cateter Duplo J. Como especialistas na área, gostaríamos de salientar que cada paciente pode ter uma experiência diferente com o procedimento, e alguns podem sentir mais dor do que outros. No entanto, é importante lembrar que o Cateter Duplo J é um dispositivo médico que pode ser muito útil no tratamento de cálculos renais.


Caso você ou alguém que você conheça precise de ajuda médica, gostaríamos de oferecer nossos serviços. Nós atendemos pacientes de todo o Brasil e oferecemos consultas presenciais ou por teleatendimento. Você pode entrar em contato com nossa equipe pelo site www.clinicauroonco.com.br ou…


Like

Eu uso o duplo j de silicone a mais de 7 anos.

Troco uma x por ano.

Uso devido a um erro médico que perfurou o meu ureter esquerdo.

Foi reconstruido o ureter,mas tenho que usar o cateter.

Será que nunca mais vou poder tirar?😐e minha bexiga,suporta 150ml

De urina.talvez quando fiz radioterapia no colo do útero, será que atingiu

Minha bexiga?

Like

já estou com duplo j a 4 meses estou sentindo uns desconforto pra fazer xixi é meu xixi ñ está saindo corretamente e demorado bem pouco como se tivesse algo impedindo de sair é tenho tb diarreia direto isso é normal ou é algo q devo me preocupa?

Like

Coloquei o cateter duplo J e a dor foi extremamente dolorosa, tive que retirar antes do 7 dias.

Like
bottom of page