UA-116285209-1 Qual o custo da Prostatectomia Robótica no Brasil? Diferenças entre a cirurgia aberta.
  • Dr. Bruno Benigno

Qual o custo da Prostatectomia Robótica no Brasil? Diferenças entre a cirurgia aberta.



A prostatectomia é o nome técnico dado à cirurgia para tratar doenças comuns na glândula, como a hiperplasia benigna e o câncer de de próstata.(1)


Pode ser de dois tipos:

  • Prostatectomia radical: remove a próstata, vesículas seminais e gânglios da parte interna da bacia. Usada no tratamento do câncer de próstata

  • Prostatectomia transvesical: remove apenas a parte interna da próstata através de uma abertura na bexiga. Aplicamos esta técnica para o tratamento de hiperplasia prostática benigna, quando a glândula atinge um volume maior que 100g (normal: até 40g)


Basicamente, existem 3 tipos de cirurgia:

  • Aberta: técnica tradicional que usa uma incisão aberta (de aproximadamente 15cm) única abaixo do umbigo.

  • Laparoscópica (por vídeo): utiliza uma micro câmera e pinças finas, através de 4 a 5 incisões (3 cm cada) na parte inferior do abdome.(2–4)

  • Prostatectomia Robótica: técnica semelhante à laparoscópica, mas que faz uso de um sistema de braços robóticos com pinças de alta precisão. O equipamento gera imagens 3D do interior do abdome e facilita a visualização dos tecidos pelo cirurgião, que controla os braços robóticos através de um console na sala de operação. As pinças reproduzem e refinam os movimentos feitos pela mão do médico.(4–7)

A cirurgia robótica para a próstata vem sendo realizada desde os anos 2000 nos EUA. No Brasil, a técnica vem sendo usada desde 2008 mas só ganhou ampla utilização a partir de 2013.


A cirurgia robótica ainda está concentrada em grandes cidades e disponível apenas no sistema privado de saúde.

Tem como principais vantagens sobre a cirurgia aberta:

  • menor dor no pós-operatório

  • menor sangramento

  • alta mais rápida

  • recuperação precoce do controle da continência urinária e ereção

  • retorno mais rápido ao trabalho



No Brasil, ainda não há cobertura por parte das operadoras de saúde para a utilização do equipamento. Os custos são divididos da seguinte forma*:

*Custos estimados na cidade de São Paulo, em reais, no ano de 2020. Estas informações são aproximadas e tem caráter exclusivamente informativo. Não representam qualquer tipo de proposta ou orçamento ou indicação de tratamento.

  1. Hospital (hotelaria): A parte de hotelaria e medicamentos é coberta pelas operadoras de saúde. De forma particular, os custos variam de R$ 7.000 a R$15.000

  2. Kit de cirurgia robótica (pinças, sistema robótico e manutenção): ainda não há cobertura obrigatória pelas operadoras de saúde no Brasil (2020). Os custos variam de R$ 5.000 a R$ 8.000. Alguns hospitais não cobram esta taxa de utilização do sistema robótico.

  3. Equipe de cirurgia e acompanhamento (cirurgião; auxiliares; anestesista; instrumentadora e enfermeira). Os valores podem ter uma variação muito ampla neste item. O tamanho da equipe, estrutura, disponibilidade, suporte 24h, e outros fatores podem interferir neste cálculo. O custo estimado pode variar entre R$15.000 a R$60.000 e podem ser reembolsados (integralmente ou parcialmente) por algumas operadoras de saúde (a depender do contrato de cada plano).

Escrito por: Clínica Uro Onco




1. Hakenberg OW. A brief overview of the development of robot-assisted radical prostatectomy. Arab J Urol. setembro de 2018;16(3):293–6.

2. Tobias-Machado M, Pazeto CL, Neves-Neto OC, Nunes-Silva I, Zampolli H de C. A safe teaching protocol of LRP (Laparoscopic Radical Prostatectomy). Int Braz J Urol. abril de 2018;44(2):273–9.

3. Sivaraman A, Sanchez-Salas R, Prapotnich D, Yu K, Olivier F, Secin FP, et al. Learning curve of minimally invasive radical prostatectomy: Comprehensive evaluation and cumulative summation analysis of oncological outcomes. Urol Oncol Semin Orig Investig. abril de 2017;35(4):149.e1-149.e6.

4. Allan C, Ilic D. Laparoscopic versus Robotic-Assisted Radical Prostatectomy for the Treatment of Localised Prostate Cancer: A Systematic Review. Urol Int. 18 de julho de 2015;96(4):373–8.

5. Sooriakumaran P, Pini G, Nyberg T, Derogar M, Carlsson S, Stranne J, et al. Erectile Function and Oncologic Outcomes Following Open Retropubic and Robot-assisted Radical Prostatectomy: Results from the LAParoscopic Prostatectomy Robot Open Trial. Eur Urol. abril de 2018;73(4):618–27.

6. Nazzani S, Mazzone E, Preisser F, Bandini M, Tian Z, Marchioni M, et al. Comparison of Perioperative Outcomes Between Open and Robotic Radical Cystectomy: A Population-Based Analysis. J Endourol. agosto de 2018;32(8):701–9.

7. Tobias-Machado M, Mitre AI, Rubinstein M, Costa EF da, Hidaka AK. Robotic-assisted radical prostatectomy learning curve for experienced laparoscopic surgeons: does it really exist? Int Braz J Urol. fevereiro de 2016;42(1):83–9.



















©  2019 por Clínica Uro Onco. Responsável técnico: Dr. Bruno Benigno CRM SP: 126265

  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • YouTube ícone social
  • Twitter ícone social
  • Facebook ícone social
  • Google+ ícone social