top of page

Câncer de Próstata: Por que a Linfadenectomia é um Passo Crucial no Tratamento

Olá, pessoal! Aqui é o Dr. Bruno Benigno, urologista, direto de São Paulo Capital. Hoje, quero falar com vocês sobre um estudo muito interessante que foi publicado recentemente. O estudo se chama "Diferentes faixas de retirada de linfonodos durante a prostatectomia radical para pacientes com câncer de próstata: uma revisão sistemática e meta-análise". Mas antes… vou explicar o que é a linfadenectomia.



A linfadenectomia é um procedimento cirúrgico comumente realizado durante a prostatectomia radical, que é a remoção da próstata para tratar o câncer de próstata. Durante a linfadenectomia, os linfonodos da região pélvica são removidos e examinados para determinar se o câncer se espalhou além da próstata. A importância da linfadenectomia no câncer de próstata está relacionada à determinação do estágio da doença.


Os linfonodos são uma das primeiras áreas onde o câncer de próstata pode se espalhar. Portanto, a remoção e a análise dos linfonodos ajudam os médicos a determinar se o câncer está confinado à próstata ou se já se espalhou para outras partes do corpo. Isso é crucial para o planejamento do tratamento adequado. Se os linfonodos apresentarem metástase, o tratamento pode precisar ser mais agressivo, como a radioterapia ou a terapia hormonal, para combater as células cancerígenas que se espalharam.


Por outro lado, se os linfonodos estiverem livres de câncer, é um indicativo de que o câncer está em estágio inicial e pode ser mais tratável. Além disso, a análise dos linfonodos pode fornecer informações prognósticas importantes. Se os linfonodos estiverem positivos para o câncer, isso indica um maior risco de recorrência da doença. Por outro lado, se os linfonodos estiverem negativos, isso sugere um prognóstico mais favorável, com menor probabilidade de recorrência. Mas voltando ao estudo em questão… O objetivo desse estudo foi comparar a eficácia e os efeitos adversos de diferentes tipos de retirada dos linfonodos pélvicos durante a prostatectomia radical, que é um tratamento comum para o câncer de próstata localizado.


Os pesquisadores analisaram 16 estudos que envolveram mais de 15.000 pacientes. Eles compararam diferentes tipos de retirada dos linfonodos e avaliaram taxas de recorrência bioquímica, taxa de linfonodos positivos, taxa de formação de linfocele, taxa de tromboembolismo e taxa geral de complicações.


Os resultados mostraram que a extensão da retirada dos linfonodos estava associada a uma maior taxa de linfonodos positivos e uma maior taxa de complicações, especialmente linfocele. No entanto, essa extensão não melhorou a taxa de recorrência bioquímica, que é um importante indicador de sucesso do tratamento.


Portanto, a escolha do tipo de dissecção dos linfonodos deve levar em consideração o risco de metástase do câncer e os potenciais efeitos adversos. O estudo sugere que a dissecção padrão ou estendida dos linfonodos pode ser a melhor opção em termos de equilíbrio entre eficácia e complicações. É importante ressaltar que cada caso é único, e as decisões sobre o tratamento devem ser individualizadas e discutidas com o seu urologista.


Apenas um profissional de saúde qualificado pode avaliar o seu caso e recomendar a melhor abordagem para o seu tratamento. Espero que essas informações tenham sido úteis para vocês. Se tiverem alguma dúvida, deixem nos comentários que ficarei feliz em responder. Não se esqueçam de se inscrever no canal e ativar as notificações para receberem mais conteúdos sobre saúde e bem-estar. Até a próxima!


🔸Não deixe para amanhã cuidados que precisam ser diários! ☎(11) 2769-3929 📱(11) 99590-1506 Faça contato direto pelo whatsapp: 📲 https://bit.ly/2HCRkgt 💻 https://www.clinicauroonco.com.br/ Agende online: http://bit.ly/2WMMiCI Rua Borges Lagoa 1070, Cj 52 Vila Mariana - São Paulo - SP Dr. Bruno Benigno CRM SP 126265 | RQE 60022 Urologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz SP Diretor da Clínica Uro Onco Especialista em Uro-oncologia e Cirurgia robótica Instagram: @dr_benigno #urologia #saúde #urooncologia #vidasaudável #uro #urologia #medicina #drbrunobenigno #uroonco #onco #oncologia #cancerdebexiga



993 visualizações3 comentários

3 Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Rated 5 out of 5 stars.

Oiii meu marido fez a radical de próstata e pelos exames de imagem localizado apenas dentro da próstata. Mas 45 dias depois Psa 2.4, médico pediu pet ct. Feito pet acusou em umi linfonodo da região . Recomendado cirurgia linfadectomia, feito retirada de 16 gânglios e o sinalizado pelo pet ct . Foi feito patologia de todos os linfonodos. Resultado negativo para câncer. Nódulo tinha 1,7 cm com hiperplasia . E aí pode isso ter alterado o Psa.

Like
Dr. Bruno Benigno
Dr. Bruno Benigno
Dec 11, 2023
Replying to

Prezada Letícia,


Agradecemos por compartilhar a situação do seu marido conosco. Como especialistas em oncologia urológica, atendemos pacientes de todo o Brasil. Recomendamos como primeira medida repetir o exame PET com PSMA. Podemos oferecer uma segunda opinião especializada e auxiliar no esclarecimento dessa situação. Por favor, entre em contato com nossa equipe pelo site www.clinicauroonco.com.br ou pelo WhatsApp (11) 99590-1506 para agendar uma consulta presencial ou por teleatendimento. Estamos à disposição para contribuir com a saúde do seu marido.


Atenciosamente,

Dr. Bruno Benigno | Urologista | CRM SP 126265 | RQE 60022 & Equipe da Clínica Uro Onco - São Paulo - SP


Like
bottom of page