UA-116285209-1
 
  • Dr. Bruno Benigno

Siga estas orientações e previna-se contra as pedras nos rins.

Uma pedra nos rins, também chamada de nefrolitíase, é uma massa sólida de cristais e minerais que se forma nos rins e sai do corpo durante a micção. Pedras como essas podem ser tão pequenas quanto um grão de areia ou tão grandes quanto uma bola de golfe e podem variar de cor desde muito claro a vermelho profundo.⁣⁣


Quais são as causas das pedras nos rins?

Os cálculos renais são pequenos depósitos minerais duros que se formam nos rins quando as substâncias na urina se concentram.

As causas das pedras nos rins são diferentes para cada pessoa. As causas mais comuns incluem:


1) Infecções do trato urinário

2) Consumo excessivo de proteína animal

3) Obesidade

4) Falta de ingestão de água

5) Ingestão insuficiente de fluidos hidratantes


Quais são os sintomas das pedras nos rins?

Os cálculos renais são massas duras e sólidas de material que se formam nos rins. Eles podem crescer e causar fortes dores nas costas ou na virilha.

Os sintomas de pedras nos rins incluem:

· Dor intensa: a dor geralmente é sentida nas costas e / ou na virilha e pode ser forte o suficiente para interromper o sono e causar náusea.

· Urgência: necessidade de urinar com frequência, principalmente à noite; passando apenas pequenas quantias quando você vai; sentindo como se sua bexiga nunca se esvaziasse completamente

· Dores fortes em seu flanco quando respira profundamente ou tosse; dor quando você toca o lado onde dói

· Sangue na urina

· Febre

Algumas pessoas não apresentam nenhum sintoma até passarem uma pedra. Outras vezes, as pessoas experimentarão um ou mais


Qual é o tratamento para pedras nos rins?

Existem vários tratamentos diferentes para pedras nos rins que podem ser usados com base no tipo de pedra e na gravidade dos sintomas.

Se você tiver qualquer tipo de pedra nos rins ou dor na parte inferior das costas, estômago, virilha ou lateral, consulte um médico imediatamente.

  • Litotripsia a laser: método sem cortes, no qual o urologista utiliza uma fina câmera flexível em formato de chicote (do calibre de uma carga de caneta) para gerar imagens de dentro do rim. A pedra é localizada, fragmentada com uma fina fibra de laser. Os fragmentos são aspirados ao final.

  • Litotripsia externa: um equipamento capaz de gerar ondas de vibração sonora, transmite a energia pelo contato com a pele do paciente na altura do rim. As ondas fragmentam o cálculo e pequenas partículas, que são eliminadas pela urina. O procedimento tem até 60% de eficácia e tem a desvantagem de poder provocar dor em cólica durante a eliminação dos fragmentos do cálculo.

  • Litotripsia percutânea: técnica onde o cirurgião faz um pequeno corte de 2 cm nas costas do paciente e cria um trajeto direto até o interior do rim. O cálculo é localizado e fragmentado. Este método é ideal para o tratamento de cálculos maiores que 25mm e muito densos.


Qual é a prevenção para pedras nos rins?

As pedras nos rins são geralmente feitas de depósitos minerais deixados na urina. A prevenção de pedras nos rins envolve principalmente uma dieta saudável e ingestão de muitos líquidos.

Se você tem histórico familiar de pedras nos rins, deve conversar com seu médico sobre a ingestão de certos medicamentos que reduzem o risco de desenvolvê-los.

  • ingerir líquidos claros (água) e cítricos em grande quantidade

  • diminuir a quantidade de sal na alimentação

  • evitar bebidas alcoólicas e refrigerantes

  • evitar consumir em excesso alimentos como feijão, brócolis e castanhas, por exemplo.

  • controle da flora intestinal (constipação ou diarreia crônica podem favorecer a formação de pedras nos rins)

  • tratamento imediato de infecções urinárias

  • avaliação periódica com urologista

#urologista #pedranorim #litiase #colicarenal

Escrito por:



563 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo