top of page
  • rp84040

PSA alterado e seus devidos cuidados

Atualizado: 6 de jan. de 2023

O Antígeno Prostático Específico (PSA) é uma proteína produzida somente na  próstata. Seu aumento na circulação pode indicar a presença de um câncer no sistema genital masculino. Sua dosagem é medida através de um exame de sangue que pode ajudar a diagnosticar o tumor maligno em estágio inicial.



Apesar de ser um exame útil, o PSA tem suas limitações. Seu nível alto pode indicar a presença do tumor, mas também pode indicar outros problemas, como inflamação da próstata (prostatite), cálculos na bexiga (urolitíase) e o simples aumento benigno da próstata (hiperplasia benigna). Por isso, sua elevação não é um diagnóstico definitivo de câncer de próstata.


Alguns fatores podem aumentar o risco dum homem desenvolver o câncer, como idade avançada, histórico familiar cancerígeno e raça (os negros têm maior risco de desenvolver câncer de próstata). Mas, em geral, essa é uma doença que afeta homens mais velhos (a partir dos 50 anos).


Este tipo de câncer é considerado a segunda causa de morte por tumores em homens no Brasil, perdendo apenas para o câncer de pulmão. Se diagnosticado precocemente, possui altas chances de cura.


Portanto, é importante salientar que todo homem deve iniciar  a prevenção aos 50 anos, com exame de PSA e toque retal.

Procure um urologista mais próximo e agende um tratamento com especialistas.


Escrito por: Maria Clara Costa - Assessoria de imprensa - Dr. Bruno Benigno - CRM SP 126265









289 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page