top of page

Avanços Promissores no Tratamento do Câncer de Bexiga: Uma Nova Esperança para Pacientes



Por Dr. Bruno Benigno



O tratamento do câncer de bexiga invasivo está prestes a experimentar uma revolução graças a um estudo inicial, que sugere uma abordagem inovadora combinando quimioterapia e imunoterapia. Este avanço, embora ainda em fase inicial, representa uma luz de esperança para aqueles que enfrentam esta forma agressiva da doença.


O Estudo e Seus Resultados Iniciais

Publicado na prestigiada revista Nature, o estudo conduzido por pesquisadores americanos começou em 2016. Ele propõe um tratamento que mescla a quimioterapia com a imunoterapia, visando preservar a bexiga dos pacientes. Tradicionalmente, o câncer de bexiga invasivo é tratado com a remoção do órgão, um procedimento que, embora eficaz, pode ter impactos significativos na qualidade de vida do paciente.


Os pacientes do estudo receberam quatro ciclos de quimioterapia com gencitabina, combinados com nivolumab, uma droga de imunoterapia. Após essa fase, foram reavaliados com novas biópsias e ressonância magnética. Aqueles que apresentaram uma resposta completa ao tratamento, ou seja, a eliminação do tumor, tiveram a opção de não remover a bexiga, continuando apenas com a manutenção da imunoterapia.


Os resultados são notáveis: 43% dos pacientes alcançaram uma resposta completa, e a maioria optou por manter sua bexiga. Além disso, foi observada uma taxa de sobrevida livre de metástases em dois anos de 97%.


O Futuro do Tratamento do Câncer de Bexiga

Este estudo não apenas sugere uma alternativa viável para preservar a bexiga em pacientes selecionados, mas também explora biomarcadores e parâmetros imunológicos no sangue. Essa abordagem ajuda a entender melhor quem se beneficia mais deste tratamento. Embora mais pesquisas sejam necessárias e os resultados atuais representem apenas um pequeno, mas significativo passo, este estudo é um avanço importante na uro-oncologia.

A possibilidade de evitar uma cirurgia agressiva abre novas portas para o tratamento desta doença desafiadora, com potencial para melhorar significativamente a qualidade de vida dos pacientes.


Conclusão

Como especialista em urologia e oncologia, vejo este estudo como uma fonte de esperança para muitos pacientes enfrentando o diagnóstico de câncer de bexiga invasivo. A combinação de quimioterapia e imunoterapia pode ser um divisor de águas no tratamento desta condição, oferecendo uma alternativa menos invasiva com resultados promissores.

Para mais informações sobre este e outros temas relacionados à uro-oncologia, convido você a visitar nosso site www.clinicauroonco.com.br ou seguir nossas redes sociais. Se este conteúdo foi útil para você, compartilhe com amigos ou familiares e envie suas dúvidas. Estamos aqui para esclarecer e ajudar no que for necessário.



🔸Não deixe para amanhã cuidados que precisam ser diários! ☎(11) 2769-3929 📱(11) 99590-1506 Faça contato direto pelo whatsapp: 📲 https://bit.ly/2HCRkgt 💻 https://www.clinicauroonco.com.br/ Agende online: http://bit.ly/2WMMiCI Rua Borges Lagoa 1070, Cj 52 Vila Mariana - São Paulo - SP Dr. Bruno Benigno CRM SP 126265 | RQE 60022 Urologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz SP Diretor da Clínica Uro Onco Especialista em Uro-oncologia e Cirurgia robótica Instagram: @dr_benigno #urologia #saúde #urooncologia #vidasaudável #uro #urologia #medicina #drbrunobenigno #uroonco #onco #oncologia #PSA #cancerdeprostata #prostata #cirurgiarobotica #novembroazul

39 visualizações1 comentário

1 Comment

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Rated 5 out of 5 stars.

Deixem suas perguntas e comentários aqui

Responderemos a todos

Obrigado

Dr. Bruno Benigno

Like
bottom of page