top of page

Cirurgia para tratamento de pedra no rim. O que todo paciente precisa saber.

Atualizado: 12 de jan. de 2023

A pedra no rim é uma condição comum que afeta milhões de pessoas ao redor do mundo. Felizmente, há tratamentos disponíveis para removê-la.

Mesmo com tratamentos pouco invasivos disponíveis, muitas pessoas ainda não sabem sobre a pedra no rim e suas opções de tratamento. Isso leva a um número significativo de pessoas que vivem com a pedra no rim sem saber o que fazer.

Nossa equipe de urologistas oferece avaliação de ponta para todos os pacientes interessados em descobrir qual o melhor plano de tratamento individualmente.

Nós queremos garantir que todos os pacientes tenham as informações necessárias para tomar a melhor decisão possível sobre seu próprio cuidado!



Quanto tempo dura uma cirurgia para retirada de pedra no rim?

A duração de uma cirurgia para retirada de pedra no rim depende da complexidade do procedimento. Em geral, a cirurgia é realizada sob anestesia local ou geral, e pode durar de 30 minutos a 1 hora. No entanto, o tempo de recuperação pós-operatório varia de acordo com o paciente e o tipo de anestesia utilizada.




Quando o cálculo renal é considerado grande?

O cálculo renal é considerado grande quando tem mais de 9 mm de diâmetro. É importante que o cálculo seja removido, pois pode causar dor intensa e complicações no trato urinário.


Quanto tempo de repouso após cirurgia de pedra nos rins?

Após uma cirurgia de pedra nos rins, o tempo de repouso recomendado é de 2 a 3 dias. Durante esse período, é importante beber bastante água para facilitar a eliminação das pedras e evitar a formação de novas. Além disso, é importante seguir as orientações médicas para evitar complicações.


Quanto custa uma cirurgia de retirada de pedras nos rins?

Cirurgias para retirada de pedras nos rins geralmente custam entre 10.000 e 30.000 reais (valores aproximados, incluindo custos hospitalares), dependendo da complexidade do procedimento. No entanto, é importante lembrar que este valor pode variar de acordo com o país em que a cirurgia for realizada, bem como pela cobertura ou não de seu plano de saúde.


Tem cirurgia de pedra nos rins pelo SUS?

Sim, a cirurgia de pedra nos rins é um procedimento coberto pelo Sistema Único de Saúde (SUS). No entanto, é importante ressaltar que o SUS não cobre todos os tipos de cirurgia. Assim, é importante consultar um médico para saber se o seu caso específico está coberto pelo SUS.


O que causa pedra no rim?

A pedra no rim é causada pela acumulação de cristais em um ou mais rins. Esses cristais são formados a partir de substâncias químicas encontradas na urina, como ácido úrico e cálcio. Quando esses cristais se aglutinam, eles podem formar uma pedra. O tamanho da pedra varia, mas algumas podem ser muito grandes, ocupando todo o rim.




O que comer depois de retirar pedra nos rins?

As pedras nos rins podem ser extremamente dolorosas e, às vezes, requerem cirurgia para serem removidas.


Após a cirurgia, é importante seguir uma dieta saudável para evitar que as pedras voltem a se formar. Existem alguns alimentos que devem ser evitados, como aqueles ricos em sódio e gorduras, enquanto outros são especialmente recomendados para auxiliar no tratamento. A ingestão de água é crucial para manter os rins hidratados e reduzir o risco de formação de pedras. Alimentos como cenoura, beterraba e abacaxi são ricos em água e nutrientes essenciais para a saúde renal. O consumo regular destes alimentos pode ajudar a prevenir o retorno das pedras nos rins.


Quando é necessário fazer cirurgia de pedra nos rins?

Cirurgia de pedra nos rins é necessária quando os cálculos renais são grandes demais para serem removidos com tratamento médico. Também pode ser necessária quando as pedras estão causando dor severa, infecção ou outros problemas. A cirurgia é um procedimento relativamente simples que geralmente leva menos de uma hora. No entanto, em alguns casos, pode ser necessário um procedimento mais complexo que requer uma incisão na barriga.




Qual o risco da cirurgia de pedra nos rins?

A cirurgia de pedra nos rins é um procedimento relativamente seguro, mas como toda cirurgia, pode haver alguns riscos associados. Complicações mais comuns incluem infecção, sangramento e reações adversas aos medicamentos. Raramente, a cirurgia de pedra nos rins pode causar danos aos nervos ou às estruturas internas do rim. Por isso, é importante que você discuta os riscos e benefícios do procedimento com seu médico antes de decidir se é o melhor tratamento para você.


É possível expelir pedra de 1 cm sem cirurgia?

Segundo a literatura médica, é possível com o uso de medicações. No entanto, o procedimento é considerado de alto risco, uma vez a a chance de sucesso é baixa para cálculos maiores de 7mm, pelo risco de interrupção completa do fluxo de urina e infecção por bactérias no rim, a pielonefrite.

Além disso, é importante que o paciente seja monitorado de perto durante todo o processo, pois há riscos de complicações graves.


Que médico faz cirurgia de pedra nos rins?

Um urologista é um médico especializado em tratar doenças e condições relacionadas aos sistemas urinário e reprodutivo masculino. Eles podem realizar cirurgias para remover pedras nos rins, bem como outros procedimentos.


Como é feita a cirurgia para retirada de pedra nos rins?

No vídeo abaixo, o médico urologista, Dr. Bruno Benigno, explica o passo a passo de uma cirurgia a laser para o tratamento do cálculo renal, a litotripsia.


Qual tamanho da pedra nos rins precisa de cirurgia?

Os cirurgiões urológicos geralmente concordam que qualquer cálculo renal que mede mais de 5 milímetros deve ser removido. Se o cálculo é maior, pode bloquear o fluxo de urina, causando dor intensa e complicações médicas. A cirurgia para remover os cálculos renais é chamada de nefrolitotomia percutânea.

A remoção pode ser feita de duas formas:


  • Litotripsia externa (LECO): modalidade não cirurgica, onde um equipamento em contato com a pele do paciente emite ondas de vibração de alta frequência, focalizadas no cálculo. As ondas fragmentam a pedra, que é eliminada pela urina em seguida.

  • Litotripsia interna a laser: procedimento cirúrgico, onde o cirurgião usa uma microcâmera através da uretra do paciente, de forma a pulverizar os cálculos com o auxílio de uma fibra de laser. Os fragmentos são aspirados em seguida.


O que pode provocar pedra nos rins?

As pedras nos rins são formadas quando os cristais de determinados minerais se aglutinam. Esses cristais podem se formar devido a alterações no pH do sangue ou da urina, ou por causa de uma concentração excessiva de certos minerais. Também pode haver pedras nos rins devido a infecções ou a problemas na anatomia do trato urinário. O tratamento para as pedras nos rins depende da causa e da gravidade dos sintomas.


O que faz mal para pedra nos rins?

Alimentos com alto teor de oxalato, como espinafre, repolho e aipim, estão entre os que podem causar pedras nos rins. O ácido oxálico presente nesses alimentos se combina com o cálcio no trato gastrointestinal e forma cristais, que podem se depositar nos rins e causar dor. Outros alimentos que contêm oxalato são frutas cítricas, chocolate, beterrabas e rabanete.

Alimentos ricos em gordura e proteína animal podem aumentar o risco de pedras nos rins. Isto porque eles aumentam a excreção de cálcio na urina, o que pode levar à formação de cristais. Além disso, estes alimentos também tendem a diminuir a excreção de água, o que pode favorecer a concentração dos sais dissolvidos na urina.

Por isso, é importante limitar o consumo destes alimentos para reduzir o risco de pedras nos rins.


O que comer após cirurgia de pedra nos rins?

Como a cirurgia de pedra nos rins pode causar danos às estruturas do trato urinário, é importante seguir uma dieta saudável após o procedimento. Alimentos ricos em fibras e água são ideais para facilitar a evacuação e prevenir a constipação.

Outros cuidados importantes incluem evitar o consumo de bebidas alcoólicas e cafeína, além de não ingerir alimentos picantes ou com muita gordura.





🔸Não deixe para amanhã cuidados que precisam ser diários!

☎(11) 2769-3929

📱(11) 99590-1506


Faça contato direto pelo whatsapp: 📲 https://bit.ly/2HCRkgt


💻 https://www.clinicauroonco.com.br/


Agende online:


Rua Borges Lagoa 1070, Cj 52

Vila Mariana - São Paulo - SP


Dr. Bruno Benigno CRM SP 126265 | RQE 60022

Urologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz SP

Diretor da Clínica Uro Onco

Especialista em Uro-oncologia e Cirurgia robótica


Instagram: @dr_benigno


12.084 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント

5つ星のうち0と評価されています。
まだ評価がありません

評価を追加
bottom of page