top of page

A dura realidade sobre Embolização para Hiperplasia Benigna da Próstata. Leia antes de fazer

Atualizado: 5 de jan. de 2023



De acordo com um novo estudo publicado na revista World Journal of Urology (1), há diferenças significativas entre a técnica de embolização arterial da próstata (EAP), a ressecção transuretral da próstata (RTUP) e o Urolift (MIS) em pacientes com hiperplasia prostática benigna e sintomas de trato urinário inferior.


Os pacientes que se submeteram a EAP tiveram os maiores riscos de readmissão em 30 dias (19,9%) e 90 dias (35,6%) no hospital ou pronto-socorro (P < .01).


Após 2 anos de acompanhamento, aqueles que se submeteram a EAP também tiveram a maior taxa de retratamento (28,5%), enquanto os pacientes que optaram por TURP tiveram 3,4% e os que optaram por MIS, 8,5%.




A EAP foi, portanto, associada a um maior risco de readmissão e à maior taxa de retratamento entre todas as técnicas cirúrgicas.

Por que estas informações são importantes aos homens com hiperplasia benigna da próstata?


As informações sobre os resultados de diferentes tratamentos cirúrgicos para hiperplasia prostática são importantes para os homens com hiperplasia benigna da próstata, pois ajudam a tomar decisões informadas sobre qual opção de tratamento é mais adequada para eles.


A hiperplasia prostática benigna (HPB) é um aumento benigno do tamanho da próstata, o que pode causar sintomas de trato urinário inferior, como dificuldade para urinar, vontade frequente de urinar e jato urinário fraco. Existem várias opções de tratamento para HPB, incluindo cirurgia, medicamentos e mudanças no estilo de vida. A cirurgia é uma opção comum para tratar HPB, mas existem diferentes tipos de cirurgia disponíveis, cada um com seus próprios benefícios e riscos.


As informações sobre os resultados de cada tipo de cirurgia podem ajudar os pacientes a avaliar qual opção é a mais adequada para eles e a tomar uma decisão informada em conjunto com o seu médico.


O que é e como é realizada a Embolização das Artérias Prostáticas?

A embolização das artérias da próstata (EAP) é um procedimento minimamente invasivo usado para tratar sintomas de hiperplasia prostática benigna (HPB). HPB é um aumento benigno do tamanho da próstata, o que pode causar sintomas de trato urinário inferior, como dificuldade para urinar, vontade frequente de urinar e jato urinário fraco. A EAP é realizada por um radiologista intervencionista, que introduz uma pequena sonda através da artéria na virilha e a guia até a artéria da próstata. Em seguida, são inseridos pequenos grânulos de material na artéria para obstruir o fluxo de sangue para a próstata. Isso ajuda a diminuir o tamanho da próstata e alivia os sintomas da HPB. A EAP é geralmente realizada sob anestesia local e pode ser uma opção para pacientes que não são candidatos a outros tipos de cirurgia ou para aqueles que desejam evitar cirurgias mais invasivas.(2–7) No entanto, é importante lembrar que cada paciente é único e os resultados da EAP podem variar. Converse com o seu médico para saber se a EAP é uma opção adequada para você.



🔸contato: ☎(11) 2769-3929 📱(11) 99590-1506 | whatsapp: 📲 https://bit.ly/2HCRkgt 💻 https://www.clinicauroonco.com.br/ Agenda: http://bit.ly/2WMMiCI R. Borges Lagoa 1070, Cj 52 V. Mariana - São Paulo - SP Dr. Bruno Benigno CRM SP 126265 Urologista do H. Alemão Oswaldo Cruz Uro-oncologia e Cirurgia robótica Instagram: @dr_benigno






168 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page