top of page

Como a Biópsia Pode Errar na Avaliação do Câncer de Próstata?





Câncer de Próstata: Entendendo os Riscos e Avanços no Diagnóstico

Em uma recente explanação, Dr. Bruno Benigno, renomado urologista e oncologista, abordou questões cruciais sobre o câncer de próstata, esclarecendo dúvidas comuns e compartilhando avanços significativos no diagnóstico e tratamento desta condição. Diretamente de São Paulo, o especialista, que lidera a equipe de urologia no Hospital Alemão Oswaldo Cruz e dirige a clínica Uro Onco, ofereceu insights valiosos sobre a evolução dos tumores prostáticos e as tecnologias emergentes na área.


O Fenômeno do "Upgrade" no Câncer de Próstata

Uma das principais preocupações abordadas foi o fenômeno conhecido como "upgrade" do câncer de próstata, onde tumores inicialmente diagnosticados como menos agressivos se revelam mais perigosos após a prostatectomia. Dr. Benigno explicou que, embora a biópsia seja um procedimento padrão antes da cirurgia, existem limitações que podem levar a uma subestimação da agressividade do tumor. A precisão da biópsia pode ser afetada por diversos fatores, incluindo a técnica utilizada e a experiência do patologista.


Avanços no Diagnóstico e Tratamento

O especialista destacou os avanços tecnológicos que têm melhorado significativamente o diagnóstico do câncer de próstata. Entre eles, a ressonância magnética multiparamétrica, que oferece uma visão detalhada da próstata, permitindo biópsias mais precisas. Além disso, a biópsia transperineal, que reduz o risco de infecção ao evitar a passagem da agulha pelo reto, e a biópsia com fusão de imagens, que combina imagens de ressonância magnética com ultrassom em tempo real, são técnicas que prometem aumentar a assertividade do diagnóstico.


A Importância da Escolha do Laboratório e da Análise Patológica

Dr. Benigno enfatizou a importância de enviar o material biopsiado para laboratórios de referência, onde patologistas com subespecialização em câncer de próstata possam oferecer diagnósticos mais precisos. A utilização de corantes especiais, como a imuno-histoquímica, pode ajudar a identificar áreas cancerígenas que não seriam detectadas por métodos convencionais.


Modelos Matemáticos e Testes Genéticos

O urologista também mencionou o desenvolvimento de modelos matemáticos e testes genéticos, como o Oncotype DX, que avaliam o risco de um tumor ser mais agressivo do que inicialmente diagnosticado. Essas ferramentas podem orientar os médicos na escolha do tratamento mais adequado, embora o custo ainda seja um fator limitante para sua utilização ampla.


Conclusão

A apresentação do Dr. Bruno Benigno destaca o progresso contínuo na luta contra o câncer de próstata, desde o diagnóstico até o tratamento. Com a evolução das técnicas de biópsia e a incorporação de análises genéticas, os pacientes têm agora melhores chances de um diagnóstico preciso e, consequentemente, de um tratamento eficaz. A mensagem do especialista é clara: a inovação médica está transformando a maneira como enfrentamos o câncer de próstata, oferecendo esperança e novas possibilidades para pacientes e suas famílias.


🔸Não deixe para amanhã cuidados que precisam ser diários! ☎(11) 2769-3929 📱(11) 99590-1506 Faça contato direto pelo whatsapp: 📲 https://bit.ly/2HCRkgt 💻 https://www.clinicauroonco.com.br/ Agende online: http://bit.ly/2WMMiCI Rua Borges Lagoa 1070, Cj 52 Vila Mariana - São Paulo - SP Dr. Bruno Benigno CRM SP 126265 | RQE 60022 Urologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz SP Diretor da Clínica Uro Onco Especialista em Uro-oncologia e Cirurgia robótica Instagram: @dr_benigno #urologia #saúde #urooncologia #vidasaudável #uro #urologia #medicina #drbrunobenigno #uroonco #onco #oncologia #PSA #cancerdeprostata #prostata #cirurgiarobotica #novembroazul

51 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page