UA-116285209-1
 
  • Dr. Bruno Benigno

Conheça a Vaporização da Próstata com Laser Verde. A RTU com Green Light. Indicações e Vantagens


O Dr. Bruno Benigno (CRM SP 126265), urologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz e diretor da Clínica Uro Onco, explica em seu canal no YouTube um procedimento cirúrgico para a Hiperplasia Benigna da Próstata ( HBP) que vem crescendo cada vez mais no Brasil, a RTU com vaporização com Green Light da próstata.


A HPB é a causa frequente de sintomas como: jato fraco, gotejamento, urgência miccional, acordar muitas vezes à noite e sensação de esvaziamento incompleto.

O tratamento vai desde o uso de medicações para diminuir o volume da próstata à cirurgia para a retirada do tecido aumentado. A ressecção transuretral (RTU) é um tipo de tratamento sem cortes, no qual o tecido é removido através de uma microcâmera introduzida pela uretra.


O Green laser - demonstrado pelo Dr. Benigno no vídeo - faz a vaporização da próstata pela uretra pode ser indicado em situações especiais, como:


  • pessoas em uso de anticoagulantes

  • pacientes com próstatas muito volumosas

  • pacientes que desejam usar a sonda por menos tempo na uretra

  • idosos

  • etc…


Desta forma, não é um procedimento usado de forma corriqueira na maioria dos centros. O intuito é vaporizar o tecido aumentado da HBP e fazer uma desobstrução da uretra.


O laser tem alta absorção seletiva pela hemoglobina, com potência de 180 watts, ou seja, a alta energia é aplicada em um pequeno foco de tecido, levando à vaporização em uma fração de segundos e minimizando os danos aos tecidos adjacentes.


O método tem a vantagem de diminuir o sangramento local durante a cirurgia, proporcionando recuperação mais rápida, possibilidade de alta no mesmo dia e um menor tempo de uso de sonda na uretra.

Os resultados dessa técnica ainda são recentes na literatura médica - de 8 a 10 anos - comparados com o procedimento padrão (RTU de próstata), que é um procedimento cirúrgico realizado há mais de 30 anos no mundo inteiro.


Comparada à técnica tradicional, a técnica com laser tem resultados semelhantes em relação à desobstrução da uretra, o diferencial está no maior conforto no pós-operatório, o menor tempo de utilização da sonda e menor sangramento.


A limitação deste procedimento no meio médico é o custo (variando de 9.000 a 15.000 reais em 2021), pois não está disponível nas operadoras de saúde e no sistema público (SUS).


''A medida que os cirurgiões foram usando lasers de maior potência, tornaram o processo de coagulação e vaporização do tecido mais efetivo e rápido. Estes avanços permitem o tratamento de próstatas cada vez maiores, menor sensação de ardência ao urinar no pós operatório (disúria) e menor sangramento (hematúria)''.

- afirma o Dr. Bruno Benigno.


No vídeo, a técnica de Green Light é feita em um paciente de 72 anos, próstata de 80g e sintomas urinários severos. O procedimento transcorreu em 60 minutos sem intercorrências. O paciente recebeu alta em menos de 24 horas.


Para acompanhar o procedimento juntamente com as explicações do especialista, confira o vídeo abaixo em nosso canal e nos conte o que achou.







Escrito por: Sofia Carnavalli | Assessoria de Imprensa

do Dr. Bruno Benigno.


165 visualizações0 comentário