top of page

Próstata: entenda para que serve e os riscos de sua retirada. Prostatectomia radical

Atualizado: 1 de jun. de 2023

Anatomia da Próstata e os Efeitos da sua Retirada



Resumo e comentário dos 10 tópicos mais importantes do vídeo:

  1. Anatomia da próstata e efeitos colaterais da sua retirada: os efeitos colaterais da remoção da próstata, incluindo incontinência urinária e impotência sexual, e destaca a importância de preservar essas estruturas durante o tratamento.

  2. Indicação da cirurgia de próstata: A cirurgia é indicada apenas para homens com câncer de próstata localizado, e não para casos avançados ou com metástases.

  3. Função da próstata e sua localização: a função da próstata como um conector entre a bexiga e o pênis, e sua localização abaixo da bexiga.

  4. Estruturas relacionadas à próstata: a presença do esfíncter urinário abaixo da próstata, responsável por abrir e fechar a passagem da urina, e destaca a importância de preservá-lo durante a cirurgia.

  5. Funções da próstata: Além de conectar o sistema urinário, a próstata produz o líquido seminal, que nutre os espermatozoides, e recebe os espermatozoides do testículo e o líquido seminal das vesículas seminais.

  6. Avaliação de risco de câncer de próstata: a importância da dosagem do PSA no sangue e do exame de toque retal na avaliação de risco de câncer de próstata, bem como a proximidade do reto com a próstata.

  7. Localização do tumor e risco de incontinência: a localização do tumor na próstata afeta o risco de incontinência urinária após a cirurgia, sendo mais arriscado quando próximo ao esfíncter urinário.

  8. Importância da experiência da equipe cirúrgica: A experiência da equipe cirúrgica e o uso de tecnologias, como a cirurgia robótica, são mencionados como fatores que podem ajudar na identificação e preservação das estruturas durante a cirurgia, reduzindo os efeitos colaterais.

  9. Risco de incontinência urinária: o risco de incontinência urinária após a cirurgia varia de 4% a 5% para o menor risco, até 15% a 20% para o risco mais alto.

  10. Nervos relacionados à ereção: a presença dos nervos da ereção, que passam próximos à próstata e são responsáveis pela função erétil. A localização do tumor próximo a esses nervos pode afetar a função erétil após a cirurgia.


Olá, caros leitores, sejam bem-vindos. Hoje, vou explicar, nos próximos 10 a 15 minutos, aspectos cruciais da anatomia da próstata e por que a remoção desse órgão pode resultar nos temidos efeitos colaterais da incontinência urinária e impotência sexual. A boa notícia é que, ao final desta apresentação, vocês verão como é possível preservar essas estruturas durante o tratamento, principalmente por meio da cirurgia. Vale ressaltar que a cirurgia é indicada apenas para homens com câncer de próstata localizado. Portanto, o diagnóstico não deve ocorrer em estágios avançados ou com metástases. O objetivo aqui é explicar a vocês o que é a próstata, sua função, localização e relação com estruturas nobres, como os nervos da ereção e o esfíncter urinário.


Para facilitar a compreensão, usarei um modelo tridimensional. Vamos revisar brevemente a anatomia humana. Nessa imagem, podemos observar claramente o pênis e o testículo. Se fizermos um corte lateral, veremos algumas estruturas. Primeiro, o que temos aqui? Esta é a bexiga. Vou abrir a bexiga para vocês entenderem melhor. Observem a mucosa interna da bexiga. Nessa região final, chamada de "ralo da bexiga" ou saída da bexiga, encontramos um orifício. É por aqui que a urina passa ao atravessar uma estrutura importante, a próstata.



A próstata tem o tamanho aproximado de um carimbo, pesando cerca de 30g, e está localizada abaixo da bexiga. Vou remover essas pequenas estruturas para facilitar o entendimento. Temos a bexiga aberta e, abaixo da próstata, encontramos o esfíncter urinário. Esse pequeno músculo é responsável por abrir e fechar, evitando o vazamento da urina. Ao realizar a cirurgia de próstata, é crucial preservar essa estrutura nobre. Em breve, mostrarei os nervos. Vamos abrir um pouco mais.


Agora vou remover a camada da próstata, como se estivesse abrindo uma maçã. O que temos aqui? Repito, a bexiga, a próstata e, dentro da próstata, em verde, temos a uretra. Vou abrir essa estrutura para que possam ver. Observem que a uretra passa por aqui, é a conexão. Temos a bexiga, a próstata, a uretra e o esfíncter urinário. Aqui está a uretra do pênis. A urina percorre todo esse trajeto, dentro do pênis, e é eliminada por essa região chamada uretra peniana. Vou remover essa área para facilitar o entendimento.


Com essa visão geral, vocês conseguem ter uma noção de como funciona o sistema urinário masculino. No entanto, essa não é a única função da próstata.


Por quê? Porque o tumor está próximo aos nervos da ereção, e durante a cirurgia de remoção da próstata, há um risco maior de danificar esses nervos e causar disfunção erétil. Portanto, a localização do tumor na próstata é um fator crucial a ser considerado durante o planejamento cirúrgico.

É importante ressaltar que nem todos os homens com câncer de próstata precisam passar por uma cirurgia de remoção da próstata.


O tratamento do câncer de próstata varia de acordo com o estágio da doença e outros fatores individuais. Em estágios iniciais, em que o câncer está localizado apenas na próstata, a cirurgia pode ser uma opção viável. No entanto, em estágios mais avançados, com possível disseminação para outros órgãos, outras formas de tratamento, como radioterapia, terapia hormonal ou vigilância ativa, podem ser mais adequadas.


É fundamental que os homens estejam cientes dos riscos e benefícios de cada opção de tratamento e discutam com seus médicos a melhor abordagem para o seu caso específico. Além disso, é crucial que os profissionais de saúde estejam atualizados sobre as técnicas cirúrgicas mais avançadas e as melhores práticas para preservar a função sexual e urinária durante a remoção da próstata.



Avanços na tecnologia e na experiência cirúrgica, como a cirurgia robótica assistida, têm ajudado a melhorar os resultados pós-cirúrgicos, reduzindo o risco de efeitos colaterais, como incontinência urinária e disfunção erétil. No entanto, é importante ressaltar que cada caso é único e o resultado pode variar de acordo com a condição do paciente e a habilidade da equipe cirúrgica.


Em resumo, compreender a anatomia da próstata, suas funções e a relação com as estruturas adjacentes é crucial para entender os riscos e benefícios da cirurgia de remoção da próstata. Preservar a função sexual e urinária é uma preocupação importante durante o tratamento do câncer de próstata, e abordagens cirúrgicas avançadas e cuidados personalizados podem ajudar a minimizar os efeitos colaterais indesejados.



🔸Não deixe para amanhã cuidados que precisam ser diários! ☎(11) 2769-3929 📱(11) 99590-1506 Faça contato direto pelo whatsapp: 📲 https://bit.ly/2HCRkgt 💻 https://www.clinicauroonco.com.br/ Agende online: http://bit.ly/2WMMiCI Rua Borges Lagoa 1070, Cj 52 Vila Mariana - São Paulo - SP Dr. Bruno Benigno CRM SP 126265 | RQE 60022 Urologista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz SP Diretor da Clínica Uro Onco Especialista em Uro-oncologia e Cirurgia robótica Instagram: @dr_benigno #urologia #saúde #urooncologia #vidasaudável #uro #urologia #medicina #drbrunobenigno #uroonco #onco #oncologia #PSA #cancerdeprostata #prostata #cirurgiarobotica #novembroazul





257 visualizações0 comentário

תגובות

דירוג של 0 מתוך 5 כוכבים
אין עדיין דירוגים

הוספת דירוג
bottom of page